• Alessandra Castro

6 Passos para Iluminar a Sua Casa e Deixá-la Linda

Atualizado: Jun 9

Iluminar a sua casa definitivamente não é algo simples, são muitas variáveis.

A distribuição de pontos de luz no forro ou laje em casa é pessoal, varia de acordo com a rotina de cada casa, os gostos e histórias dos moradores. No residencial não existem regras muito definidas, mas algumas dicas podem ajudar você a chegar no melhor resultado.

Criei 6 passos para você iluminar a sua casa e deixá-la linda!!!

Lembrando que contratar um profissional especialista em iluminação com certeza fará toda a diferença. Se você não quer contratá-los, fica uma dica: algumas lojas contam com esses profissionais e o valor fica diluído na compra do produto final.


Passo 1: Pense qual o uso de cada espaço na sua rotina, qual a sensação que você quer ter ao estar em cada cantinho.


Passo 2: Verifique onde tem forro e onde não terá, localize os pontos existentes, se for laje, você não poderá colocar diversos pontos (a não ser que trabalhe com fita eletrificável para distribuir a iluminação ou trilho com spots), se for forro, pode trabalhar melhor com a iluminação.


Passo 3: Desenhe o layout (distribuição de mobiliários no espaço - onde ficará a mesa de jantar, o sofá, a cama, etc..) e indique onde pretende colocar a decoração (quadros ou adornos em paredes). Faça um desenho simples em papel com a planta baixa da casa ou do apartamento (algo simples, sem muitos detalhes, apenas um guia para você se orientar). Se você tiver contratado um profissional (arquiteta ou designer de interiores), conte para ela que sensação você quer ter em cada espaço, conte o que é importante para você.


Passo 4: Marque os pontos de iluminação na planta baixa. Para ajudar, separe os ambientes por necessidades:

  1. Ambientes que necessitam de uma iluminação mais forte (normalmente áreas de trabalho: escritório, cozinha, lavanderia, quarto onde a pessoa estuda ou trabalha) - Opte por iluminação direta de plafons com sistema integrado LED ou luminárias com lâmpadas bulbo, com cores amarelas ou neutras (3.000K a 4.000K);

  2. Ambientes que precisam de iluminação direcionada: bancada de trabalho (escritório), bancada da cozinha, closet - Opte por spots de dicróicas no forro, ou arandela próxima à atividade que necessita de foco maior. Outras opções são luminárias de piso, abajur que você possa direcionar a iluminação, ou pendentes. Se tiver armário superior às bancadas, coloque uma fita de LED neutra, opte pela cor neutra de 4.000K; (veja nosso post sobre cantinhos de leitura)

  3. Ambientes intimistas, normalmente os quartos, onde a pessoa não realiza nenhuma atividade como descritas acima - Opte por iluminação indireta de plafons com sistemas integrados LED, para não ofuscar os olhos e iluminar o suficiente, preferência para cores amareladas (2.700K a 3.000K);

  4. Ambientes de uso geral, living, varandas, crie jogos de sombra e luz, acho legal trabalhar com circuitos separados, um para iluminação geral e os outros para iluminações cênicas, direcionados para quadros, decorações, revestimento de uma parede especial. - Para criar os ambientes cênicos, use spots de dicróicas (2.700K a 3.000K) de intensidade baixa.

  5. Para banheiros, é legal ter uma iluminação geral, outra para a bancada - spots de dicróica (no caso de usar para maquiagem ou se barbear), e outra para dentro do box (pode até brincar com um filtro colorido ou até mesmo dimerizá-la para um banho mais relaxante) - nesse caso opte pela PAR20.

  6. Móveis com iluminação, espaços decorativos, como cabeceira de cama, cristaleiras, estantes - Opte por fita de LED, minidicróica ou sistema integrado feito para marcenaria cor amarela (2.700K).

Passo 5: Escolha uma boa luminária (adoro Newline e Bella Iluminação), compre em lugares confiáveis e marcas que não te darão dor de cabeça. Escolha lâmpadas da mesma marca para cada espaço, as tonalidades de cores variam de acordo com o fabricante, até mesmo se você precisar trocar a lâmpada, mantenha a mesma marca das outras que foram mantidas. Gosto de indicar marcas como Osram, Philips, Stella.


Passo 6: Contrate um bom eletricista para executar o serviço, e cobre o uso de laser pelo profissional, assim você garante alinhamentos das peças em relação às paredes e entre elas.


Separei algumas fotos de projetos nossos para te inspirar a brincar com a iluminação decorativa!!! E depois me conta se você acha que iluminação bem feita faz ou não faz toda a diferença na sua casa!!!

Dica brinde: se quiser deixar a iluminação ainda mais instigante, escolha cores diferentes para a iluminação geral (4.000K ou 3.000K) e para as cênicas e direcionadas (2.700K).

Beijos e bom feriado!!!



63 visualizações

 

casalivread@casalivread.com.br

+55 11 95869-0547

Casa Livre Interiores © 2020 - Todos os direitos reservados